Últimas notícias

Tratamento de beleza faz ossos crescerem nos olhos de americana...

Esse não é o tipo de coisa que se resolve num piscar de olhos...
Esta é uma história real sobre uma mulher de Los Angeles (EUA) cujo nome — por razões óbvias—  não foi divulgado e sobre os riscos que envolvem tratamentos de beleza não aprovados pelos órgãos competentes. Tudo começou quando a mulher começou a sentir uns sintomas meios estranhos. Seu olho direito não abria sem que ela sentisse uma dor considerável. Depois, ela percebeu que, quando finalmente conseguia abrir os olhos, ouvia um barulho que se parecia, de acordo com descrição da própria, com o ruído de pequenas castanholas se fechando.  
Preocupada, ela procurou um médico e caiu no consultório de Allan Wu, especializado em cirurgias cosméticas. Ele a examinou e notou que suas pálpebras estavam se fechando cada vez mais e que a área em torno dos olhos da mulher estava meio inchada.  Pouco a pouco, Wu foi refazendo os passos de sua paciente até chegar a um tratamento que ela havia feio meses atrás — um lifting facial. O procedimento, que foi tratado como experimental e não era aprovado pela legislação americana, usava células-tronco da própria paciente e supostamente combateria o envelhecimento precoce. querido internauta, possa se preparar para o choque que virá a seguir.   Pequenos fragmentos de osso estavam crescendo nas pálpebras da mulher.
Entendeu?

Se ela tivesse demorado um pouco mais para procurar ajuda, talvez seus olhos ficassem recobertos por algo parecido com uma casca de noz. Com base nisso, o pessoal da Scientific American publicou um baita artigo dissecando o caso dessa mulher e descobriu que o tratamento bizarro até tinha fundamentos razoavelmente científicos, mas deu errado porque os médicos que cuidavam do caso não sabiam nada de nada a respeito do comportamento celular e, ao mesmo tempo que injetaram células-tronco no rosto da mulher, também aplicaram nela uma solução rica em cálcio. Foi essa solução que provocou a calcificação das pálpebras da mulher. Por fim, a equipe da Scientific American apelou à razão e pediu às pessoas que abrissem bem seus olhos antes de passar por procedimentos não-aprovados. Como exemplo, fica a história dessa mulher que ainda corre risco de jamais voltar a abrir seus olhos.   

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de quem os publica e estão sujeitos a moderação caso não sejam pertinentes ao assunto. Para entrar em contato direto com a redação acesse: www.clickcurvelo.com/contato

Click Curvelo Designed by Templateism.com Copyright © 2013 - 2016

Imagens de tema por Jason Morrow. Tecnologia do Blogger.