Últimas notícias

Cruzeiro empata, bate recorde e segue no topo do Brasileirão

Fotos: Marcelo Régua/ Light Press
Duas viradas, seis gols e recorde de pontos. A partida entre Fluminense e Cruzeiro, na tarde deste domingo, pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro, reservou grandes emoções para a torcida estrelada. O placar, de 3 a 3, por si só já ilustra o quanto esse duelo foi eletrizante. Com este resultado, o Maior de Minas chegou aos 43 pontos e assumiu o posto de maior pontuador do primeiro turno no novo formato da competição, o qual entrou em vigor no ano de 2006. 
Os gols da equipe da casa foram marcados por Wagner, Cícero e Kenedy, enquanto a Raposa balançou as redes com Júlio Baptista, duas vezes, e Marcelo Moreno, que chegou ao seu décimo tento com a camisa estrelada pelo Brasileirão. Agora, o boliviano é o artilheiro da competição, pois superou o seu companheiro de time, Ricardo Goulart, que está com nove.
Os comandados de Marcelo Oliveira voltarão a campo na próxima quinta-feira, contra o Bahia, no Mineirão, às 20h30, pela primeira rodada do segundo turno do Campeonato Brasileiro. Confronto que poderá marcar a 18ª partida seguida de invencibilidade do time cinco estrelas.
O jogo
A partida começou com as duas equipes buscando o ataque, utilizando a qualidade e a velocidade de seus jogadores. Logo aos 11 minutos, no primeiro lance de perigo da partida, saiu o gol celeste. Marlone lançou Samudio que, dentro da área, tocou de cabeça na bola. Na sequência da jogada, o lateral foi atingido na cabeça por Cícero, que levantou demais a perna e acabou acertando a sola da chuteira no rosto do jogador celeste. O árbitro assinalou a penalidade e, na cobrança, Julio Baptista bateu bem e deslocou o goleiro Kléver. Cruzeiro 1 x 0.
O jogo estava elétrico. Sete minutos depois do pênalti, o Maior de Minas levou o empate. Conca cobrou escanteio, o zagueiro Elivélton desviou no primeiro poste e Wagner, debaixo da trave, só empurrou a bola para o fundo do gol.  Empate no Maracanã: 1 x 1.
Aos 21 minutos, Conca avançou pela ponta esquerda e tocou para o meio da área. Cícero antecipou a zaga celeste, bateu de canhota e virou o placar para os cariocas. No lance, Dedé se chocou com Fred e ficou caído no gramado, no que seria uma possível falta para o Cruzeiro, mas o árbitro não assinalou a infração. Fluminense 2 x 1.
No final do primeiro tempo, com 40 minutos de partida, Fábio salvou o Cruzeiro duas vezes. A primeira foi em chute de Fred, o qual o goleiro espalmou e a bola ainda bateu na trave. No rebote, Conca finalizou, cara a cara com o camisa 1, que se agigantou diante do argentino, salvando a equipe azul.
Quatro minutos depois, no último lance de perigo da primeira etapa, o time cinco estrelas chegou ao empate. Marlone cobrou falta na ponta direita, a zaga carioca afastou mal e Julio Baptista, na sobra, bateu no canto direito do arqueiro tricolor, para marcar o seu segundo tento na partida. Empate cruzeirense: 2 x 2.
2º tempo
O segundo tempo começou em um ritmo mais equilibrado do que o primeiro. O Fluminense foi a primeira equipe a levar perigo, em um cruzamento perigoso de Chiquinho, aos três minutos, em que Dedé e nem Fred alcançaram a bola. Um minuto depois, Moreno escorou para Willian, o camisa 25 bateu de primeira, mas o chute saiu pela linha de fundo.
O Maior de Minas havia voltado para a etapa complementar determinado em busca da vitória. De tanto insistir, o gol estrelado saiu. Aos 12 minutos, Moreno lançou Willian, que deu lindo passe para Mayke. O lateral finalizou para excelente defesa de Kléver e, no rebote, Marlone cruzou para Júlio Baptista, que não conseguiu cabecear. Na sobra, Moreno, de voleio, finalizou no ângulo direito da meta carioca. Golaço do artilheiro do Brasileirão e Cruzeiro de novo na frente: 3 x 2.
Só dava Cruzeiro. Com 30 minutos, Marlone recebeu na ponta esquerda, driblou para o centro e finalizou com perigo à direita da meta adversária. Sete minutos mais tarde, foi a vez da equipe carioca assustar o líder do Brasileirão. Henrique cruzou e encontrou Conca, na segunda trave, que finalizou de primeira, dentro da pequena área, e Fábio, mais uma vez, salvou a Raposa, quase em cima da linha.
Aos 43 minutos, Fred foi lançado e tentou dominar a bola, mas ela sobrou para Kenedy, que, da entrada da grande área, bateu cruzado, no canto de Fábio. Empate outra vez no Maracanã: 3x3.
No último lance de perigo da eletrizante partida, aos 47 minutos, Fred recebeu a bola de Cícero, girou e bateu, de perna esquerda. O chute saiu à direita do gol celeste. Fim de jogo no Maracanã. Fluminense 3 x 3 Cruzeiro.
Fluminense  3  X  3  Cruzeiro
Motivo: 19ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data: 07/09/2014(domingo)
Local:  Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro - RJ
Árbitro: Anderson Daronco
Gols: Júlio Baptista, aos 11 e aos 44, Wagner, aos 18 e Cícero, aos 21 minutos do primeiro tempo; Marcelo Moreno, aos 12 e Kenedy, aos 43 minutos do segundo tempo.
Fluminense:
Kléver; Bruno (Kenedy), Henrique (Marlon), Elivélton e Chiquinho; Diguinho, Jean, Cícero, Wagner e Conca; Fred.
Técnico: Cristóvão Borges
Cruzeiro:
Fábio; Mayke, Dedé, Léo e Samudio (Ceará); Nilton, Henrique, Marlone e Júlio Baptista (Marquinhos);  Willian (Willian Farias) e Marcelo Moreno.
Técnico: Marcelo Oliveira
Cartões amarelos: Cícero (Fluminense); Ceará, Dedé, Willian e Marquinhos (Cruzeiro)

Reprodução: site oficial do Cruzeiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de quem os publica e estão sujeitos a moderação caso não sejam pertinentes ao assunto. Para entrar em contato direto com a redação acesse: www.clickcurvelo.com/contato

Click Curvelo Designed by Templateism.com Copyright © 2013 - 2016

Imagens de tema por Jason Morrow. Tecnologia do Blogger.