Últimas notícias

Raposa sofre revés no primeiro duelo das oitavas da Libertadores


O Cruzeiro entrou em campo na noite desta quarta-feira, no Morumbi, e acabou sendo superado pelo São Paulo, por 1 a 0. O tento da equipe mandante aconteceu aos 37 minutos do segundo tempo, com o argentino Centurión. A partida foi a primeira da série de dois confrontos que são válidos pelas oitavas de final da Copa Libertadores.
Agora, o Maior de Minas volta a encarar os paulistas na próxima quarta-feira, dia 13, às 19h30, no Mineirão, em duelo que decidirá qual equipe irá seguir em busca do título da competição. Se a Raposa levar a melhor diante do rival, terá pela frente o vencedor do embate entre Boca Júniors e River Plate, ambos da Argentina.
No entanto, antes dessa partida decisiva, o Clube estrelado fará sua estreia no Campeonato Brasileiro de 2015, certame pelo qual é o atual bicampeão. O primeiro jogo celeste na competição acontecerá neste domingo, às 16h, contra a equipe do Corinthians, na Arena Pantanal, em Cuiabá, no estado de Mato Grosso.
O jogo
A partida em solo paulista começou bem equilibrada. As duas equipes demonstraram muita raça nos instantes iniciais e o jogo ficou concentrado no meio de campo. O primeiro lance perigoso da noite aconteceu aos cinco minutos, quando Bruno avançou pela ponta direita e cruzou na cabeça de Centurión. O atacante testou firme e Fábio fez excelente intervenção, espalmando para o lado.
Após o susto, a Raposa tentou criar algumas jogadas ofensivas, mas não obteve sucesso. Já aos 11 minutos, o time mandante do duelo chegou outra vez. No lance, Ganso lançou o lateral Bruno que, novamente, centrou a jogada para a pequena área. A bola passou pela zaga e sobrou para Wesley, que finalizou à esquerda da meta celeste.
Ao decorrer da primeira etapa, os ânimos se esfriaram e foram criadas poucas chances de gol. O São Paulo detinha a posse de bola e rondava a área cinco estrelas, enquanto o tetracampeão brasileiro buscava sair em rápidos contra-ataques para surpreender a defensiva da agremiação paulista.
Aos 28 minutos, o Maior de Minas finalmente assustou Rogério Ceni. Mena sofreu falta na ponta esquerda e, na cobrança, Marquinhos tentou encontrar Léo dentro da pequena área. O zagueiro estrelado disputou pelo alto com Rafael Tolói e, no o rebote, Arrascaeta arrematou  acima do travessão paulistano.
Oito minutos mais tarde, foi a vez da muralha azul operar mais um milagre no Morumbi. Após receber passe pelo lado direito do ataque, Wesley lançou Alexandre Pato que, de cabeça, concluiu para excelente defesa de Fábio. Já aos 35, o time cinco estrelas respondeu depois de uma bela troca de passes. No lance, Arrascaeta recebeu em frente à área e concluiu próximo à trave direita do arqueiro paulista.  
2º tempo
Os times voltaram para a etapa complementar com as mesmas escalações e com posturas semelhantes à primeira parte do confronto. Logo no minuto inicial, o lateral Reinaldo acertou um belo chute pela ponta esquerda e obrigou Fábio a realizar mais uma importante intervenção.
Aos poucos o Clube azul começou a se fazer mais presente no campo de ataque, saindo para o jogo com um número maior de atletas. Em uma dessas subidas, o time paulista se aproveitou do contra-ataque e levou perigo após cobrança de escanteio. Aos dez minutos, Reinaldo cruzou para Tolói, que deu um leve desvio na bola e Alexandre Pato, debaixo do gol, acertou o travessão.
Três minutos mais tarde, Leandro Damião fez boa jogada individual e encontrou Marquinhos que, livre, finalizou próximo às traves paulistas. Na sequência, a Raposa voltou a pressionar em cabeceada perigosa de Arrascaeta, após bela assistência do volante Henrique. No entanto, o árbitro já havia assinalado impedimento e invalidado a jogada.
Desse momento em diante, a partida teve um ritmo mais acelerado, com ambas as agremiações buscando a abertura do placar. Aos 21 minutos, Centurión tentou mais uma vez e foi parado em outra excepcional defesa da muralha Fábio. Dois minutos depois, o arqueiro bicampeão brasileiro fez nova intervenção em arremate de Pato.
Aos 37 minutos, o São Paulo conseguiu fazer o seu gol. O tento são-paulino aconteceu em cruzamento de Bruno, que encontrou Centurión dentro da pequena área.  O argentino cabeceou no chão, a bola quicou e dificultou a reação de Fábio, que ainda espalmou, mas  não evitou o gol. São Paulo 1 x 0
SÃO PAULO 1 X 0 CRUZEIRO
Motivo: jogo de ida das oitavas de final da Libertadores
Data: 06/05/2015 (quarta-feira)
Local: Morumbi, em São Paulo
Árbitro: Carlos Amarilla(PAR)
Assistentes: Eduardo Cardozo e Milciades Saldivar
Público: 66.369 torcedores
Renda: R$ 3.672.805,00
Gol: Centurión, aos 37 minutos do segundo tempo.

São Paulo: 
Rogério Ceni; Bruno, Rafael Tolói, Lucão e Reinaldo; Denílson, Souza, Wesley (Boschilia) e Paulo Henrique Ganso; Centurión (Rodrigo Caio) e Alexandre Pato.
Técnico: Milton Cruz

Cruzeiro:
Fábio; Mayke, Léo, Manoel e Mena; Willians, Henrique, Marquinhos e Arrascaeta; Willian (Gabriel Xavier) e Leandro Damião (Joel).
Técnico: Marcelo Oliveira
Cartões amarelos: Denílson e Paulo Henrique Ganso (São Paulo); Mayke, Manoel e Henrique (Cruzeiro)

Reprodução Site Oficial do Cruzeiro 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de quem os publica e estão sujeitos a moderação caso não sejam pertinentes ao assunto. Para entrar em contato direto com a redação acesse: www.clickcurvelo.com/contato

Click Curvelo Designed by Templateism.com Copyright © 2013 - 2016

Imagens de tema por Jason Morrow. Tecnologia do Blogger.