Últimas notícias

Em Curvelo: Jornal se confunde e cria notícia falsa


Na última terça-feira (16) foi publicada mais uma tiragem do mais novo jornal policial de Curvelo-MG o "Rota 190". O jornal lançado quinzenalmente decepcionou quem esperava por notícias novas.
O impresso, que custa R$ 1, trouxe diversos fatos  antigos, a maioria deles já haviam sido publicados há várias semanas em diversos canais de comunicação e também nas principais rádios da região.

A polêmica no entanto é sobre um acidente que aconteceu na rodovia MG220, no último dia 24 de julho, entre Curvelo e Corinto-MG. O acidente teve uma vítima fatal e 3 pessoas feridas, entre elas estava o condutor do veículo que foi conduzido inconsciente e em estado grave para o hospital, conforme informações do Boletim de Ocorrência registrado pela Polícia Militar.

Mas, segundo o jornal policial "Rota 190", o condutor estava consciente e chegou a informar até que havia ingerido bebida alcoólica. Para deixar a história ainda mais complementada, o jornal diz ainda que o condutor informou que o motivo do acidente teria sido a perda de uma das rodas do veículo, neste momento o impresso ainda enfatiza o fato do veículo estar com as quatro rodas, sugerindo assim a embriagues do condutor. A notícias ainda traz uma imagem falsa do acidente, que mostra um veículo desconhecido e com a placa diferente a do veículo que se acidentou de fato.

Segundo o BO registrado pela PM, a causa do acidente foi na verdade uma ultrapassagem proibida feita por um outro condutor que dirigia um veículo Fiat Uno Prata, o que acabou jogando o veículo para o acostamento e eventualmente capotando. A família nega que o condutor do veículo tenha ingerido qualquer tipo de substância alcoólica, e por não estar consciente, seria impossível que ele tivesse dado qualquer tipo declaração. No registro policial, no qual o Click Curvelo obteve acesso, não consta nada a respeito das declarações citadas pelo jornal.

Em contato com o responsável pelo editorial, Sargento Veiga, ele informou que pode ter havido algum erro do diagramador e ou dele mesmo, no entanto informou a família que só poderia se retratar caso fosse solicitado por um policial através de um ofício.

Antes da tiragem quinzenal do jornal ser publicada, Veiga havia noticiado em seu programa na Rádio Comunitária da região, onde também afirmou os mesmos fatos.
A família esta lidando com a perda da matriarca e estuda a possibilidade de entrar com uma ação judicial pelos danos morais sofridos.

2 comentários:

  1. Tem que entrar com um processo e pedir indenização além de uma retratação formal, esses jornaiszinhos tem que ter o mínimo de respeito, devem saber que não podem fazer de tudo para venderem jornal.

    ResponderExcluir
  2. Aí aí é difícil, o que mais me incomoda nos jornais de Curvelo é o simples fato de eles não ter compromisso com a notícia e nem serem avisados que a notícia alem de perecível ela tem que ter fundamentos, baseados em fatos reais e que possam ser provados, a notícia não pode ter meias verdades e muito menos viver de "eu acho", "alguém me disse", e principalmente se errou emita uma nota se retratando, e o direito de resposta é lei, eu quando pego um jornal trimestral ou quinzenal repetitivo de Curvelo fico assustado, só tem patrocinadores, as notícias velhas que chega doer, diagramação zero, contextual affff deixa para lá, só resolvi comentar seu post porque acho de muito mal gosto e falta de profissionalismo lançar uma matéria baseado em fatos meio real e achar que não está fazendo mal a ninguém, eu sem dúvida alguma abria um processo civil e exigia retratação.

    ResponderExcluir

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de quem os publica e estão sujeitos a moderação caso não sejam pertinentes ao assunto. Para entrar em contato direto com a redação acesse: www.clickcurvelo.com/contato

Click Curvelo Designed by Templateism.com Copyright © 2013 - 2016

Imagens de tema por Jason Morrow. Tecnologia do Blogger.