Últimas notícias

MP desmonta esquema de furto de gado na região central de Minas


O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), por meio da 1ª Promotoria de Justiça de Curvelo, obteve, na Justiça, a condenação de seis membros de uma organização criminosa que se dedicavam ao furto de gado em diversos municípios de Minas Gerais. Foram denunciados furtos nas cidades de Curvelo, Nova Era, Laranjal, Açucena, São Pedro dos Ferros e Pitangui.  Os réus foram condenados a penas de prisão e reparação dos danos causados às vítimas.

Os réus foram condenados pela prática de sete furtos e pelos crimes de organização criminosa e lavagem de dinheiro. 

Conforme apurado, os denunciados constituíram uma organização criminosa com a finalidade de subtrair gado em propriedades rurais de diversos municípios. O gado furtado era alocado em propriedades rurais de membros da organização e abatido e revendido a açougues. 

Após definido o alvo, os criminosos passavam a contatar os demais integrantes da organização para a consumação do furto. O grupo se dirigia às propriedades rurais, sempre no período noturno, em veículos pequenos e em caminhões próprios ao transporte de gado. Chegando às propriedades,   os denunciados arrombavam os currais, separavam os animais de seu interesse e os embarcavam nos caminhões, transportando-os até suas propriedades ou conduzindo-os até abatedouros clandestinos na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Os animais que não eram revendidos eram mantidos nos terrenos ou encaminhados aos açougues do grupo, onde as carnes eram comercializadas para os consumidores em geral.

O MPMG recorreu da decisão para buscar a condenação de outras pessoas denunciadas de integrar o grupo criminoso.

Investigações

Em 30 de março de 2017, a organização praticou o furto que deu início às investigações no município de Curvelo. Os denunciados deixaram a Região Metropolitana de Belo Horizonte, passando descarregados pela praça de pedágio em Capim Branco por volta das 22h, escoltados por outros membros da organização. 

Chegando à Fazenda Santo Alexandre, segundo apurado, arrombaram os cadeados da propriedade e separaram e embarcaram o gado em caminhões, subtraindo 58 bovinos da raça nelore e retornando à RMBH através da mesma praça de pedágio por volta das 4h, carregados com o produto do furto. 

No dia 31 de maio de 2017, o grupo tentou praticar outro furto, no município de Nova Era. Nesse dia, por volta das 22h30, os denunciados  arrombaram a corrente da porteira da Fazenda Mato Dentro, quando foram surpreendidos por policiais militares que realizavam patrulhamento de rotina, momento em que fugiram pela mata deixando para trás um carro, e no seu interior uma carteira com documentos pessoais, celulares, uma intimação judicial, ferramentas para a realização do arrombamento e um embarcador de animais.

Após outros furtos, em uma operação desencadeada em 4 de agosto de 2017, a Polícia Civil apreendeu parte do gado, veículos e placas automotivas falsas, além de diversos documentos de compra e venda de gado.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de quem os publica e estão sujeitos a moderação caso não sejam pertinentes ao assunto. Para entrar em contato direto com a redação acesse: www.clickcurvelo.com/contato

Click Curvelo Designed by Templateism.com Copyright © 2013 - 2018

Imagens de tema por Jason Morrosw. Tecnologia do Blogger.