Últimas notícias

Raposa empata em Recife e continua soberana na liderança do Brasileiro

Fotos: Anderson Stevens/LightPress
Em duelo extremamente equilibrado, o Cruzeiro empatou com o Sport, por 0 a 0, neste sábado, na Arena Pernambuco, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o ponto conquistado fora de casa, o Maior de Minas chegou aos 53 pontos na liderança do certame e abriu nove de vantagem para o segundo colocado, o Internacional, que jogará amanhã, contra o Coritiba.
A sequência de jogos da competição, com partidas no meio e no fim da semana, resultaram em um cansaço visível dos jogadores de ambas as equipes. Este fator contribuiu bastante para as poucas chances de gol ocorridas no duelo. Sendo que a principal delas se deu aos 46 minutos do primeiro tempo, quando Ricardo Goulart e Everton Ribeiro finalizaram, de dentro da área, para duas grandes defesas de Magrão.
A Raposa agora volta as suas atenções para a Copa do Brasil, já que, na quarta-feira, irá encarar o ABC, de Natal-RN, às 19h30, no Mineirão, pela primeira partida das quartas de final do torneio.
O jogo
Mesmo jogando fora de casa, o Cruzeiro começou a partida pressionando a saída de bola do adversário. Nos minutos iniciais, Egidio foi duas vezes à linha de fundo, mas acabou cruzando nas mãos de Magrão. Enquanto o Sport levou perigo à defesa cruzeirense em um belo contra ataque, em que Henrique se esticou para interceptar a jogada, tirando a bola dos pés de Felipe Azevedo, que sairia na cara do goleiro celeste.
Aos 17 minutos, Marquinhos lançou na área pernambucana. Durval rebateu e a bola sobrou para Everton Ribeiro, que bateu de primeira, mas o chute desviou na zaga nordestina e saiu para escanteio.
O Sport se fechava bem e fazia duas linhas de quatro marcadores quando o Maior de Minas iria ao ataque. O jogo estava muito disputado, mas sem nenhuma chance de gol para as duas equipes.  Até que Nilton, aos 40 minutos, arriscou um belo arremate da intermediária, a bola quicou e o arqueiro recifense espalmou para longe. Foi a primeira participação do volante na partida, que entrou no lugar de Henrique, após este ter sido substituído devido a dores nas costas.
A chance mais aguda da primeira etapa do duelo aconteceu aos 46 minutos. Egidio avançou pelo lado esquerdo, cruzou rasteiro e a bola chegou até Everton Ribeiro. O armador dominou e finalizou, mas Magrão defendeu, espalmando para frente, nos pés de Ricardo Goulart, que chutou em cima da zaga rival. Na sequência, Ribeiro ajeitou para o vice-artilheiro do campeonato, o qual bateu colocado para mais uma boa defesa do experiente arqueiro.
2º tempo
O segundo tempo iniciou de forma mais eletrizante que o primeiro. Ambas as equipes buscavam o ataque. Aos 12 minutos, Wendel arriscou forte de fora da área, mas a bola saiu à direta da meta de Fábio. No lance seguinte, Felipe Azevedo cabeceou com perigo, à esquerda do arqueiro azul.
Com 18 minutos, Marcelo Moreno escorou para Everton Ribeiro. O meia bateu forte de canhota, mas  bola subiu demais e saiu sobre o gol de Magrão. Quatro minutos mais tarde, o Sport respondeu com Patric. O lateral entrou na grande área e cruzou em cima da zaga celeste.
O duelo continuava movimentado. Aos 22, Ricardo Goulart tentou em chute de longa distância, mas o experiente arqueiro caiu no canto e esquerdo e encaixou a bola. Cinco minutos depois, Marquinhos fez boa jogada individual pelo lado esquerdo e tocou para o miolo da defensiva pernambucana. Marcelo Moreno não alcançou e Renê interceptou o lance.
No final do embate, o cansaço das equipes ficou ainda mais evidente. Aos 48, Marielson ergueu os braços e apitou o fim do jogo. O Cruzeiro somou mais um ponto fora de casa e chegou aos 53 pontos na liderança do Campeonato Brasileiro. No próximo sábado, a Raposa enfrentará o Internacional, às 18h30, no Mineirão, pela 26ª rodada do certame.
SPORT  0 X 0 CRUZEIRO
Motivo: 25ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data: 27/09/2014 (sábado)
Local: Arena Pernambuco, em Recife - PE
Árbitro: Marielson Alves da Silva - RJ
Sport:
Magrão; Patric, Henrique Mattos, Durval e Renê; Wendel (Willian), Rithely, Ibson (Augusto César), Felipe Azevedo e Diego Souza; Neto Baiano (Danilo)
Técnico: Eduardo Baptista
Cruzeiro:
Fábio; Mayke, Dedé, Manoel e Egídio; Lucas Silva, Henrique (Nilton), Everton Ribeiro (Marlone) e Ricardo Goulart; Marquinhos e Marcelo Moreno (Dagoberto)
Técnico: Marcelo Oliveira
Cartões amarelos: Wendel, Augusto César (Sport); Mayke(Cruzeiro)

Reprodução: site oficial do Cruzeiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de quem os publica e estão sujeitos a moderação caso não sejam pertinentes ao assunto. Para entrar em contato direto com a redação acesse: www.clickcurvelo.com/contato

Click Curvelo Designed by Templateism.com Copyright © 2013 - 2016

Imagens de tema por Jason Morrow. Tecnologia do Blogger.