Últimas notícias

Câmara rejeita pauta de redução salarial durante pandemia em Curvelo

Vereadores de Curvelo durante reunião on-line

Nesta quinta-feira (23), foi votado na Câmara Municipal de Curvelo o requerimento nº 069/2020, que pedia que fosse pautada a redução do salário dos vereadores da cidade durante a crise causada pelo coronavírus. Por 8 votos a 7, o requerimento foi rejeitado.

A solicitação feita pelo vereador Luiz Paulo Glória Guimarães (DEM), já havia sido adiada duas vezes, na última votação o vereador Humberto Freire Pereira (DEM) havia pedido vista. Quando finalmente entrou em discussão, no último dia 23, a pauta foi reprovada.


Foram contra o requerimento os vereadores Antônio Gonçalves Filho (PDT), Dário Augusto Marques da Silva (MDB), Edmilson Dutra da Silva (DEM), Edvaldo Antônio de Almeida (PL), Humberto Freire (DEM), Laudimir Rodrigues da Silva (PV), Pastor Julimar Marques da Rocha (DEM) e Reinaldo Xavier Guimarães (PL). A principal justificativa para o voto contrário a pauta veio do vereador Dário. Segundo ele, o seu salário de R$ 8.971,00 estaria comprometido devido a um empréstimo que ele fez no início do mandato para pagar advogados que fizeram sua defesa de acusações recebidas durante as eleições de 2016. Ainda segundo ele, recebendo pouco mais de R$ 4.000,00 por mês, uma redução comprometeria o seu orçamento, alegando altos custos de locomoção por residir em São José da Lagoa e ter que viajar constantemente para outros distritos.

Votaram a favor da pauta os vereadores Maria Dorileia da Silva (PT), Duarte Severino Gomes (POS), Geraldo Moreira da Costa Filho (PDT), Gustavo Nascimento (PP), Luiz Paulo (DEM) e Karla Leite de Araújo (DEM). A principal justificativa para o voto favorável veio do autor do requerimento, o vereador Luiz Paulo. "A grande maioria vem fazendo um sacrifício absurdo e nós não podemos nos manter com um benefício tão alto quanto esse." - destacou o parlamentar que é a favor da redução salarial desde antes de assumir o seu mandato na câmara em 2017.

Durante a reunião, Luiz Paulo também citou a Câmara Municipal de São Paulo que tramitava a redução de 30% dos salários dos seus vereadores, a exemplo do que propôs também a Assembleia Legislativa do Estado (Alesp).

Ao contrário do legislativo de Curvelo, que não pautará a redução salarial dos seus parlamentares, São Paulo aprovou hoje (24) o projeto de diminuição dos salários dos vereadores da capital enquanto estiver em vigor o estado de calamidade pública decretado pela pandemia do novo coronavírus.

2 comentários:

  1. Ninguem tem nada haver com seus gasto vereador dario quantos pais de familia estao ai passando nessecidades devido a pandemia e nem por isso estao ai reclamando todos querem ver e o bem da sociedade e de seus familiares as eleicoes estao chegando paguem suas contas ate la e proucurem empregos pq se depender de nos vcs nao ganham mais fica a dika para vcs e se Deus quiser vamos sair dessa...

    ResponderExcluir
  2. Excelente matéria, deveria ser lida por no mínimo 50% da população, mas enquanto isso, se afastam dos fatos e se escondem em opiniões passionais sobre os atores do jogo político. Tudo aqui, claro e cristalino. Parabéns à equipe do Click Curvelo.

    ResponderExcluir

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de quem os publica e estão sujeitos a moderação caso não sejam pertinentes ao assunto, dotados de vocábulo inapropriado ou feitos por usuários anônimos. Para entrar em contato direto com a redação acesse: www.clickcurvelo.com/contato

Click Curvelo Designed by Templateism.com Copyright © 2013 - 2020

Imagens de tema por Jason Morrosw. Tecnologia do Blogger.