Últimas notícias

Em ação conjunta, PM consegue evitar suicídio em Paraopeba


Na noite desta terça-feira (27), por volta das 21h, um homem entrou em contato com a Polícia Militar de Curvelo transtornado e dizendo que iria se matar por causa de problemas familiares. Natural de Contagem, a vítima, que não teve sua idade divulgada, estava em uma chácara em Paraopeba quando fez a ligação.

Preocupados, os militares utilizaram os seus telefones particulares para retornar a ligação, além de conseguirem passar a prioridade para a PM em Sete Lagoas, tendo em vista que além do local pertencer àquela unidade, a distância entre Curvelo e a chácara onde se encontrava a vítima era maior. 

Segundo a PM, a ocorrência era muito complexa, por isso os militares de Curvelo e Sete Lagoas precisaram manter contato em tempo real. Ainda segundo os oficiais, após alguns minutos a vítima voltou a entrar em contato, porém em um estado mais crítico, alegando que iria se matar mesmo, que ninguém resolveria o seu problema e que se algum militar fosse no local ele consumaria o ato.

A Polícia Militar destacou a ação do Soldado Elton, que atendeu a vítima neste momento e conseguiu mante-la na linha por aproximadamente 15 minutos, tentando ganhar tempo para que a situação não se agravasse, porém a ligação caiu.

Depois de muitas buscas por informações, os militares conseguiram descobrir o endereço do sítio em que a vítima estava, possibilitado que os oficiais de Sete Lagoas e Paraopeba chegassem até o local e conseguissem conter a vítima.

"Nunca passei uma situação desta, e não desejo passar novamente, você atender o telefone e o seu companheiro falar que vai se matar é forte demais, e saber que o companheiro precisa de ajuda e tudo que tem que fazer é pelo telefone, é complicado viu, mas Deus nos guiou, mesmo com pouca experiência, no final deu tudo certo."  informou o Cabo Deividi, militar que atendeu a ligação da vítima.

Com quase oito anos de polícia, o Soldado Elton, que conseguiu manter o homem na linha durante vários minutos, disse nunca ter passado por uma situação semelhante:
"Em quase oito anos de polícia, nunca estive com uma situação de adrenalina tão alta, nem na primeira ocorrência que tive que disparar, nem em ocorrência que você ouvi estampidos e não sabe de onde vem os tiros. Nesta situação era diferente uma vítima armada, dizendo que iria tirar a própria vida, ao mesmo tempo ouvia ao fundo vozes de crianças e outras pessoas. Graças a Deus tive tranquilidade e mantive ele na linha por quase quinze minutos e a todo momento ouvia dele dizer que iria se matar."

O militar também agradeceu o apoio das equipes da PM nas cidades vizinhas: "Graças a Deus o apoio chegou e o desfecho dessa ocorrência foi o esperado e a vítima amparada pelos companheiros de Paraopeba e Sete Lagoas. Agradeço a Deus e aos companheiros pela oportunidade de ajudar a vítima." .


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de quem os publica e estão sujeitos a moderação caso não sejam pertinentes ao assunto. Para entrar em contato direto com a redação acesse: www.clickcurvelo.com/contato

Click Curvelo Designed by Templateism.com Copyright © 2013 - 2018

Imagens de tema por Jason Morrosw. Tecnologia do Blogger.