Últimas notícias

Projeto voluntário produz máscaras de proteção para instituições de Curvelo


Iniciativa de um jovem engenheiro e de voluntários que abraçaram a causa, o projeto Juntos pela Vida tem o objetivo de criar máscaras de proteção que irão auxiliar no combate ao coronavírus nos hospitais de Curvelo/MG e região.

O projeto reúne vários voluntários que trabalham para a confecção das máscaras Face Shields, equipamento de proteção individual que tem o objetivo de proteger o rosto inteiro do usuários, evitando a propagação de doenças transmissíveis pela saliva e fluidos nasais.

Segundo Caio de Arruda Simões, o idealizador do projeto, a ideia antes da pandemia era um projeto de abrir uma escola para crianças e adolescentes voltada para robótica e impressão 3D, mas após perceber a procura pelo Face Shiellds, teve a iniciativa de pesquisar e encontrar alguns projetos para colocar a ação voluntária em prática.

Ainda segundo o engenheiro, inicialmente foi difícil encontrar os materiais e só depois de entrar em contato com a gerente de apoio operacional do Hospital Imaculada Conceição foi possível realizar uma parceria, pois ela havia comprado o acetato (matéria-prima) para se antecipar da falta dos protetores faciais e não sabia o que fazer.

A iniciativa já confeccionou e entregou, 147 protetores faciais para os hospitais de Curvelo e de outros municípios, além disso outros 160 protetores já estão prontos. Com uma demanda de 441 máscaras o foco agora é fornecer o equipamento para as unidades de saúde da região.

Os voluntários criam as máscaras em casa e após a confecção levam para engenheiro que verifica a demanda e distribui.  "Cada um produz na própria casa, uma pessoa pega os equipamentos, traz para minha casa, a gente verifica a demanda e distribui. As pessoas entram em contato por uma página em uma rede social e controlamos a demanda, que atualmente é de 441 máscaras." afirma Caio.

Por meio das redes sociais o projeto faz a divulgação das entregas, presta contas e também pede apoio das pessoas que possam colaborar para que eles consigam comprar a matéria-prima e produzir as máscaras. Os meios de colaboração são através de doações em conta bancaria: Banco do Brasil, Caio de Arruda Simões, Agência: 3613-7, Conta Corrente: 61350-9 e Vakinha.

As instituições que precisarem das máscaras, poderão fazer a solicitação através de um formulário online, que é encontrado na página do Instagram do projeto ou clicando aqui.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de quem os publica e estão sujeitos a moderação caso não sejam pertinentes ao assunto, dotados de vocábulo inapropriado ou feitos por usuários anônimos. Para entrar em contato direto com a redação acesse: www.clickcurvelo.com/contato

Click Curvelo Designed by Templateism.com Copyright © 2013 - 2020

Imagens de tema por Jason Morrosw. Tecnologia do Blogger.