Últimas notícias

Vereador de Curvelo/MG propõe abrir mão de todo o salário durante a pandemia de Covid-19


Na reunião desta segunda-feira (27) do legislativo de Curvelo/MG, o vereador Humberto Freire Pereira (DEM) apresentou a proposta de doar 100% do seu salário líquido, desde que outros 6 vereadores da casa fizessem o mesmo. A atitude do parlamentar é uma resposta para a repercussão negativa que a votação do requerimento nº 069/2020 teve nas redes sociais. Rejeitado na reunião do último dia 25 por 8 votos a 7, o requerimento pedia que fosse pautada a redução do salário dos vereadores da cidade durante a crise causada pelo coronavírus.

Durante a reunião desta segunda-feira, Humberto Freire Pereira (DEM) propôs que todos os vereadores que votaram a favor do requerimento doassem, juntamente com ele, todo o seu salário durante 90 dias para as ações de enfrentamento a Covid-19 na cidade. Sem citar o autor do requerimento, o vereador Luiz Paulo Glória Guimarães (DEM), Freire criticou a forma como o resultado da votação foi divulgado nas redes sociais. "Várias pessoas me ligaram perguntando por que eu votei contra o projeto, que várias pessoas votaram contra o projeto, que estava sendo divulgado nas redes sociais. [...] Na verdade presidente, está transformando isso ai em politicagem."  externou o parlamentar.

Após a reunião em que o projeto foi rejeitado, o vereador Luiz Paulo Glória Guimarães (DEM) demonstrou a sua decepção com o resultado no Twitter, reproduziu a mensagem em outras redes sociais e foi amplamente compartilhado. Na ocasião o parlamentar fez questão reproduzir várias mensagens de apoio que recebeu de seus seguidores.

Já durante o plenário dessa segunda-feira, Freire declarou que só votou contra o requerimento porque entendia que a iniciativa deveria partir da mesa diretora. Luiz Paulo rebateu e disse que aceita a proposta, mas apenas se ela for feita por meio de um projeto, para valer para todos. "Se a pessoa escutar o voto dele na semana passada, vai ver que ele não falou nada de ser da mesa diretora. Ele explicou muito bem o voto dele, ele falou que estava ajudando as bases eleitorais dele. Isso ele deixou claro, ta gravado.[...] Um cara que só pensa em voto, a gente já sabe isso da carreira dele. E lógico que eu aceito na hora Humberto, mas você tem que entrar com um projeto. Porque na minha visão a doação tem que ser por meio de projeto, para valer pra todos". O vereador também aproveitou para enfatizar as ações que vem tomando com relação ao assunto, como a doação de parte do seu salário para instituições da cidade, feita desde o início do seu mandato. Além de outras ações para a redução salarial dos parlamentares, que segundo ele tiveram início desde antes de se tornar vereador, ainda em 2015.

Durante a reunião outros vereadores envolvidos diretamente na proposta do vereador Humberto Freire, como  Karla Leite de Araújo (DEM), Duarte Severino Gomes (POS), Geraldo Moreira da Costa Filho (PDT), Gustavo Nascimento (PP)  e Maria Dorileia da Silva (PT) manifestaram apoio ao posicionamento de Luiz Paulo Guimarães. Outros disseram não poder dispor do seu salário integral, como o vereador Pastor Julimar Marques da Rocha (DEM) e Dário Augusto Marques da Silva (MDB).

O vereador Humberto Freire defendeu que  não fez um requerimento porque entende que não deve fazer uma lei para obrigar os vereadores a doar. "Eu não tô aqui para poder fazer lei, obrigar  a doar. Doação a gente não faz por obrigação, por força de lei, a gente faz conscientizando. E vocês já votaram favorável a esse requerimento, então vocês já concordaram em fazer essa doação. No momento eu queria era a confirmação de vossas excelências, para ver se a gente pode fazer essa doação de 100% do salário líquido. Isso é o que eu queria ouvir de vocês."

Freire também deixou claro a sua insatisfação com a repercussão nas redes sociais. "Vocês concordam. Vocês já foram nas redes sociais, já divulgaram, já falaram a semana inteira que concordam." - disse o vereador ainda durante a reunião do último dia 27.

No fim da reunião o vereador Luiz Paulo assumiu o compromisso de redigir o requerimento para pautar o repasse de 100% do salário líquido dos parlamentares. O Vereador Gustavo Nascimento se propôs a redigir um outro requerimento para também incluir o poder executivo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de quem os publica e estão sujeitos a moderação caso não sejam pertinentes ao assunto, dotados de vocábulo inapropriado ou feitos por usuários anônimos. Para entrar em contato direto com a redação acesse: www.clickcurvelo.com/contato

Click Curvelo Designed by Templateism.com Copyright © 2013 - 2020

Imagens de tema por Jason Morrosw. Tecnologia do Blogger.